Abraão, um homem de fé

Textos-base: Gn 11:27-31; 12:11; 13:1,12; 14:14; 15:1; 16:3; 17:1; 18:10; 20:1; 21:2; 22:1; 23:2; 24:1; 25:1,8; II Cr 20:7; Ne 9:7; Sl 105:6; Rm 4:3; Gl 3:6; Hb 11:8; Tg 2:21

O Senhor estabeleceu com Noé e sua família uma aliança (Gn 6:18). Mas mesmo depois do dilúvio o coração do homem não se voltou para Deus e o pecado continuou crescendo na terra.

O Senhor então buscou um outro homem, com quem pudesse começar uma Nação santa e temente a Ele. Encontrou Abrão, filho de Terá, de Ur dos Caldeus, casado com Sarai, e deu-lhe uma ordem: “Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que te mostrarei. Farei de ti uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome e tu serás uma benção. Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra” (Gn 121:1-3).

Aos 99 anos de idade Abrão teve o seu nome mudado por Deus para Abraão, que significa pai de muitas nações. Também Sarai, sua esposa, teve a sua identidade mudada, passou a chamar-se Sara e recebeu do Senhor a promessa de ser mãe de nações.

Abraão é conhecido como o pai do povo escolhido.

Veja só, apesar do pecado do homem, Deus mesmo busca na terra alguém que O tema, que Lhe seja obediente, para, através dele, resgatar a Sua criação, trazê-la de volta para Si, nunca desistindo do homem.

Abraão tinha algumas características que precisamos desenvolver em nós:

1- Abraão era obediente (Gn 12:4) -> Quando Deus o mandou deixar a sua casa, seus parentes, seus amigos, para seguir ruma a uma terra que ele não conhecia, andando somente debaixo da direção do Senhor, Abraão não hesitou, tomou sua esposa, seu sobrinho e obedeceu ao chamado recebido.

2- Abraão era generoso (Gn 13:9) -> Quando ele e seu sobrinho Ló começaram a Ter dificuldades em relação aos seus empregados, seus rebanhos, Abraão permitiu que Ló escolhesse a terra que quisesse ocupar, ficando com a parte seca e estéril.

3- Abraão era corajoso (Gn 14:14) -> Quando Ló foi feito refém em uma guerra entre reis, Abraão reuniu 318 homens e perseguiu os reis, trazendo volta Ló e todos os bens que foram roubados.

4- Abraão era um homem de oração (Gn 18:23-33) -> Quando o Senhor decidiu destruir Sodoma e Gomorra (cidades em que os homens eram pecadores, não temiam a Deus), Abraão intercedeu diante Dele pelos justos que ali havia. Abraão tinha intimidade com Deus e conversava sempre com Ele.

5- Abraão era um homem de fé (Hb 11:17) -> Quando Deus pediu a Abraão que sacrificasse seu filho Isaque, ele não desobedeceu à ordem recebida. Tomou seu filho e levou-o ao altar do sacrifício. Sua fé o fez dizer ao seu servo que esperasse pois ele e o menino voltariam logo; e quando Isaque perguntou sobre o cordeiro para o sacrifício, sua resposta foi: Deus proverá para si o cordeiro (Gn 22:8). Ele cria nas promessas que o Senhor lhe havia feito, por isso ficou conhecido como o Pai da fé.

No plano para trazer o homem de volta para si, Deus levantou Abraão para formar uma Nação diferente de todas as outras: o povo escolhido do qual hoje eu e você fazemos parte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: